Hino Municipal

HINO MUNICIPAL BREJINHENSE

Letra: Carlos Alberto Dourado dos Santos

Melodia: Leonardo de Almeida Nery

Enaltecido pelo grande esplendor,

Com tanta garra seduz o coração,

Radiante e belo é o mesmo sol,

Que aqui nasce, e aqui se põe.

Tu és Brejinhos que pelas serras reina

Tuas vitórias conquistadas por gigantes de outrora,

E hoje honrados pelos feitos com clamor.

Em virtude do tempo sublime

Riquezas naturais nos foram concedidas,

Entre a grandeza dos que vivem,

Nesta terra encantada.

Serras que zelam as águas persistentes

Fazem sonhar as oliveiras

Com o futuro imanente desta terra

Com grande fulgor.

Como os mármores eis de ser um dia,

Lutar, vencer sem pavor algum,

E mostrarás sempre no horizonte

As fontes que emanam sem cessar.

Quão intenso é o mesmo amor,

Que nos induz a trautear nas harmonias

Com encanto da alma galardoada eminente com fervor.

Consagradas às terras vistosas,

Onde os cristais nelas estão imersos

E fizeram desta terra, amada e estimada.

Entre todas és a mais divina

Com o seu clamor vultoso em esperança e liberdade, união e prosperidade, Rumo à paz e ao progresso.

A sua história remete em esperança

Aprazível a todos brejinhenses,

Entre as glórias, há perdas no passado,

Compensadas pelas grandes batalhas.

Vitoriosos, almejados e realizadores,

Com extremo anseio enraizado alegremente pela honra

Semeada em oliveiras resplandecentes.